segunda-feira, 28 de outubro de 2013

19 meses..


Oie, nada melhor do que acordar e perceber ao meu lado que o filhote está crescendo, hoje estamos chegando aos 19 meses ou melhor um ano e sete meses.  Me sentindo feliz por ele está bem de saúde, por está se desenvolvendo, brincando e por Deus me permitir acompanhar cada momento do seu desenvolvimento de perto.  Sei que ainda é cedo para falar, mas é aquela sensação de dever cumprido, afinal, como mãe de primeira viagem me sai muito bem. Para quem nunca havia pegado um recém nascido no colo, nunca ter trocado uma fralda, acreditem, aprendi no hospital com uma outra menina que fiz amizade por lá. E aos poucos fui aprendendo, usando a sensibilidade que só nos mães temos. E vem o tal do instinto materno. É uma mistura de sentimentos bons, de me sentir útil e indispensável na vida dessa pessoinha. 


video
Vídeo do filhote brincando na caixa de brinquedos

Cada dia que passa ele se interessa e gasta mais tempo brincando. Essa semana pegamos os brinquedos que já estavam velhos e quebrados e jogamos fora. Afinal, ele ganhou muitos no feriado passado. Sempre dedico uma parte do meu tempo a sentar no chão e brincar com ele, coisa que acho muito importante fazer. E cobro do papai dele também um tempo, ou melhor, ele mesmo pega o pai pela mão e o faz sentar no chão. Ultimamente tenho percebido que ele tem demonstrado interesse em adquirir independência, ele tenta tirar a roupa e ate me ajuda na hora do banho, tenta calçar os tênis, quer fazer as coisas sozinho, arrasta  cadeira e leva as coisas de um lado para outro. Tenta abrir a porta do banheiro e pega qualquer chave e corre para a porta tentando abrir. Ontem ele tentou descer da cama, porem, estava com o cheirinho dele e acabou enrolando nas pernas e caiu. Ainda bem que foi só o susto, arranhou um pouco o rosto, mas nada que depois de dois minutos não estivesse correndo pelo apartamento. Uma coisa que ele fez e me deixou comovida essa semana, estávamos saindo para o shopping e ele tentou colocar o "cheiro"   que na verdade é uma fralda de pano que ele ama, dorme com ela, coloca debaixo do braço, da perna e coloca no nosso rosto quando quer que a gente durma também. Ele tentou colocar o cheiro dele na minha bolsa, falei que não íamos levar, porque ele já estava ficando mocinho e aquele estava meio velhinho. Ate parece que ele tinha aceitado a minha decisão, fui ao banheiro e o deixei na sala esperando. Quando volto esta ele na porta com o cheiro na mão, ele tinha ido no quarto buscar. Ele não havia esquecido. Achei aquilo tao lindo e delicado que não tive como não levar na bolsa. 


Brincando com a caixa de brinquedos..

 Agora ficando rapaz prendado

Ele como sempre gosta de esta no meio de tudo o que fazemos, então lhe dei uma atividade, dobrar as roupas sujas que íamos colocar na máquina. Ele adorou, colocava a roupa no tanque depois pegava de volta. Quando vi ele levou todas as roupas para o sofá onde coloco antes de leva-las para colocar na lavadora de roupas. Ele já sabe e já aprendeu que sempre faço assim. Nessa fase em que estamos ele esqueceu um pouco da Galinha Pintadinha e estamos na fase Nick Jr. especificamente Dora Aventureira que na minha concepção é um ótimo desenho que aborda vários tipos de aprendizagem. Agora ele reclama muito quando mudamos o canal dele. Acorda pontualmente as nove da manhã e ainda tira a soneca da tarde. 


Ser mãe esta sendo algo incrível, uma experiência enriquecedora, confesso que mudei muito, já era sensível, agora fiquei uma derretida, a gente tem vontade de viver mais, de fazer para os nossos filhos aquilo que achamos que faltou em nós. É bom poder depois de 25 anos voltar a ser criança, a correr,a cantar quem ficar por último é a mulher do padre, fazer caretas, deitar no chão e cair de tanto rir.  Enfim, viver, viver..





terça-feira, 22 de outubro de 2013

Uma criança feita de luz..

Oi, nada melhor do que fazer bolhas de sabão. Minha brincadeira favorita na  infância. Filhote parece que já gosta também. Falando nele nos deu um susto nesse final de semana, simplesmente em questão de segundos correu para a cozinha e quando ouvi foram os gritos, havia derramado o café, a sorte é que só estava morno e a maior parte caiu no chão e nem o vidro caiu em seus pés. Mais esse foi um sinal de alerta, para termos mais cuidado com as coisas, ele já alcança tudo que está na mesa e na pia e além do mais, é muito curioso. Chorou bastante por conta do susto, a vovó desesperada correu na geladeira, cortou um tomate e passou no braço dele, com isso nem chegou a ficar vermelho. Eu super tranquila como sempre tentando acalmar a todos. Alguém precisa passar para ele que tudo está bem. 

 E o horário de verão
E nesse domingo adiantamos os relógios, confesso que depois de três anos ainda não consigo jantar com o sol lá fora. Agora até o filhote está se sentindo perdido, hoje acordou uma hora da tarde. Não conseguimos ainda nos entender com o relógio. O bom é que temos mais tempo para aproveitar a rua já que as sete da noite o sol ainda está bem vivo lá fora. Apesar de que com o horário de verão veio também a chuva forte e com vento. Acordamos literalmente debaixo do mal tempo. Mas estava precisando, no domingo o levei no parquinho e estava 35 graus e muito abafado. E desabafando algo que vi lá e fiquei impressionada, tinha umas meninas de no máximo uns vintes anos e já mães, o marido bem novo estava bebendo enquanto uma delas embalava um bebê no balanço, eu achava que ela tinha uns dois meses pelo tamanho, mas na verdade tinha seis, a coitadinha virada para o sol, sentada com a coluna toda torta, ficava segurando com as mãos o balanço. Depois achando pouco colocou a pobre da criança no escorregador de terra. Tive que sair porque falta de cuidado e responsabilidade com uma criança indefesa é algo que me aborrece muito. Acredito que tudo em seu determinado tempo. Em outra situação eu me senti naquele quadro do fantástico, uma mãe brigava  na fila do caixa com a filha, falava alto, a criança ficou toda envergonhada, eu já querendo intervir, até que consegui puxar assunto com a criança para que a mãe se acalmasse. Muito triste em público. 

Dormindo até tarde..Vida boa.. 
 Presentes do vovô  
Quase todo dia ele trás algo novo, o filhote por sua vez adora e já fica esperando. Essa semana ganhou essas pelúcias, ficou numa felicidade, deitou por cima do Mickey, abraçou, ficou com ciúmes. Coloca ele para dormir a noite, pega o seu cheiro "fralda" e coloca no rosto do Mickey para que ele durma também.  Como eu sei que ele gosta desse personagem, estou amadurecendo a ideia de fazer algo no segundo aninho dele com esse tema, apesar de que não vai ser festa, mas faço questão de comemorar esse dia com um bolo e essa decoração.  Já andei pesquisando pela internet, afinal, só faltam seis meses. Depois conto mais. 

Presentes..

 Brincando
E como brinca, parece que nunca se cansa. Inventa de tudo. Acredito que por dia recolho os brinquedos que ele perde debaixo do sofá no mínimo umas seis vezes. Ele adora brincar nos lugares proibidos, perto do computador e seus fios, atrás das portas e perto da janela. Agora ele inventou que todo mundo tem que sentar no chão enquanto ele brinca, ele nos busca ou nos tira do sofá só pra sentarmos no chão. 

Brincando e vendo tv Gloob.
Presente ainda do dia das crianças
Ele havia acordado com o pé esquerdo, estava bem enjoado. Quando de repente a tia dele a Jan entrou no quarto com um presente que a tia Marta havia mandado. Em questão de segundos, ele colocou um sorriso no rosto e pegou o pacote. Quando abriu se deparou com um carro vermelho e ficou louco. Só quis o carro novo, até deu banho nele com água que a vovó tinha colocado roupas de molho. Ele é muito rápido. 

Abrindo o presente..

  A arte de ser feliz

Essa criança tem uma luz e uma felicidade que contagia a todos. Essa mesa e a cadeira compramos com o dinheiro que juntamos em seu cofre. Ele adora, ás vezes para e senta. Mas sei que ela vai ser mais útil depois do segundo aninho quando ele começar a querer rabiscar e pintar. 
Bem concentrado enfileirando os carrinhos.
 Calor
Mesmo chovendo os dias por aqui andam muito quente e sem falar que agora ele pedi para tirar a roupa e quer ficar pelado em casa. Ultimamente a fralda anda incomodando muito, ele puxa tanto que acaba conseguindo tirar. Pensando seriamente no desfralde, apesar de achar cedo, mas seguir os conselhos das amigas mais experientes, deixando ele sem fralda em casa e ensinando o lugar certo para fazer xixi. 

Era tanto calor que ele mesmo tirou a roupa...


Sempre que venho por aqui tem tanta coisa para contar que as vezes acabo me esquecendo e só lembrando depois. Eu e o José Vinicius temos uma ligação muito forte, uma troca de olhar e um sorriso que só nós dois entendemos. A cada dia que passa ficamos mais juntos e ligados. Companheiros para todo sempre..
Bom dia a todos..Beijos..




quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Retornando..

 Oie, estava com saudades já. Estive meio ausente, não por vontade própria, mas que acabava deixando para escrever quando o filhote pegasse no sono e quando isso acontecia de repente eu também estava quase dormindo. Mas sinto falta de escrever e nem gosto de me ausentar. Aqui é o lugar onde posso escrever o que sinto, minhas alegrias, meus momentos de mãe mais também a respeito das minhas indignações diante de fatos que acontecem no dia-a-dia. Então hoje vou escrevendo em tópicos, resgatando o tempo longe porém com vários momentos ao lado do filhote. 

# A semana do dia da criança e a busca pelo presente
Sempre fui muito indecisa em relação a presentes, mas tinha colocado na cabeça que iria comprar um laptop infantil, tipo esses que a Xuxa lança só que para meninos, como ele gosta muito de estar no momento de descuido com as mãos no teclado do computador da sala, mesmo tendo ganhado um teclado velho, achei que seria interessante. Comecei a pesquisar os preços, afinal, não ia adiantar comprar um caro que logo ele jogaria no chão e quebraria. Achei os preços salgados, então lembrei de algo que percebo nas crianças pequenas, elas não vão pela qualidade do produto, elas gostam de quantidade, então resolvi comprar vários brinquedos, carrinhos, livros, camisas, e enrolar todos em presentes separados pois ele com certeza iria fazer a festa. Adie o laptop para o Papai Noel trazer.  Afinal, ele ainda não entendi e nem sabe pedir os presentes. 



# E chegou o dia 12 de outubro

Confesso que eu estava super ansiosa, queria ver a carinha dele abrindo os presentes, mesmo sem entender, e logo ele fez a festa. Peguei todos os pacotes  e levei para a sala, coloquei no chão, e fomos abrindo um por um. Ele não sabia o que fazer, qual pegar primeiro, ficava rindo de tudo, e nem adiantou tentar chamar atenção dele para outra atividade, só queria ficar no chão com os presentes novos. E dos avós ele ganhou um berço cama. E tive que voltar atrás na decisão de estilo Montessoriano devido o chão ser frio para o colchão e ele não querer ficar mais baixo que nós. Sempre o papai tinha que ir dormir na cama dele e ele vinha para a nossa. Voltando aos brinquedos  na hora do banho, a hora do almoço foi bem complicado, depois de muitas conversas e quando a fome bateu consegui separa-lo dos presentes. Mas foi calmaria e tranquilidade o resto do dia. Gostaria de ter feito um programa diferente, mas o tempo estava feio e a previsão era de chuva. E o filhote acabou dormindo cansado de tanto brincar com os carros novos. Então nossa única saída foi ir ao super mercado comprar guloseimas. 

Filhote recebendo os presentes e o seu irmão também.

Alguns dos brinquedos e o berço cama que adorou.


#Sim, ele tem um irmão

Essa questão de filhos que possuem meio irmãos é meio complicado, o filhote tem por parte de pai um irmão de onze anos. Eles são bastante distantes, coisa que eu não gostaria que fosse dessa maneira. Mas envolve distancia, problemas do passado e outros muitos detalhes. Eu cresci longe do meu irmão, mas graças a Deus temos uma relação maravilhosa, mesmo não tendo convivido muito com ele temos um relacionamento perfeito. E isso vai de acordo com a pessoa. O filhote por enquanto não entendi e nem tem muita relação, eles só estiveram juntos por três vezes. Quando viu o irmão que veio passar o feriado por aqui, ficou louco de felicidade, uma outra criança por perto. Não estranhou, apesar de terem brincando pouco já que o mano está na fase mais videogame e futebol. Pode ser que no futuro as coisas tomem outro rumo e que essa relação torne-se mais estreita. O certo é que futuramente preciso lhe presentear com um outro irmão. Não faz bem para ninguém crescer sozinho.

Se familiarizando com o irmão.

No feriado com o seu mano Patrick


#Domingo é dia de parque

Aproveitamos o domingo já que o maridão estava de folga, dia muito quente e fomos para a pracinha. Como sempre o filhote só quer ficar parado olhando os meninos jogar bola e quando entramos na quadra ele queria correr atrás dos meninos. Ele agora esta assim, quando ver uma criança sai correndo atrás dela. Pela primeira vez deixei ele se sujar de verdade, sentou no chão, levou as pazinhas para brincar com terra e o caminhão. Tentou comer terra, coçou o olho, enfim, estava feliz e de início incomodado, não queria brincar ali. Mas logo se soltou e a sujeira estava feita. Sempre fui adepta de que criança tem que se sujar, brincar com terra, não gosto de ser como algumas mães que querem o filho sempre limpo e com a roupa impecável. Isso faz parte do aprendizado e como dizem alguns isso ajuda na criação de anticorpos. 

Brincando com terra na pracinha perto de casa

#Mamãe também tem seu momento louca

Há dias estava aguardando a sessão de autógrafos do Humberto Gessinger  na Fnac, iria levar o filhote, já que sou apaixonada e em toda a minha gravidez para acalma-lo e ter o nosso momento escutava as músicas dele. Porém, a loja estava lotada, o filhote ficou muito nervoso e cansado, pois, esperamos uma hora e meia na fila para autografar o livro. Apesar de que curtiu correr no espaço kids da loja com o papai e quando finalmente chegou o meu momento e peguei para leva-lo para conhecer, começou a chorar, já estava cansado e com fome. Acabei indo sozinha, conversei com o meu ídolo e sai de lá correndo para mostrar ao filhote o livro autografado. Depois nada mais justo do que ir no Mc`Donald levar ele para comer algo enquanto não chegava em casa. Assim foi a noite mais do que especial e única. Sempre lembrarei desse dia. 

Tão feliz nesse dia. Super especial e único. 

#Paixão pela varanda do apartamento

Quando procuro ele e não encontro, já sei, ele esta lá no fundo. Adora levar os brinquedos e sentar na varanda. Pega todos os prendedores de roupa e joga no chão ou tenta coloca-los na hortinha que o vovô cultiva. Estamos pensando em organizar um espaço lá para ele brincar no verão que por aqui é muito quente. E haja briga na hora de sair do seu espaço favorito. 
Na varanda fazendo arte e se divertindo.


E nossa tarde hoje foi assim, só nós dois, passamos as tardes brincando e fazendo barulho por aqui. 

Ufa, acredito que não esqueci nada, tentei não aprofundar muito para não ficar chato de ler. Tanta noticia e acontecimentos. Mas prometo não me demorar muito. Agora vou dormir tranquila e aliviada, escrever é tão bom ainda mais quando é sobre o meu pequeno grande homem.








quinta-feira, 3 de outubro de 2013

Visita ao Shopping Barra Sul

 Oie, mais um mês começando e expectativa para chegar logo o natal..

Mês de outubro, dia das crianças. Ainda bem que o JV  não sabe pedir o que quer ganhar, então posso escolher de acordo com o meu gosto. Mas como sempre com certeza vai ter algum livro.  Não perco a oportunidade de estimular a leitura desde agora.  Daqui a quase um mês já vamos poder começar a decoração de natal, e olha quero vem como vai ser esse ano, ele querendo tirar as bolinhas, ficando encantado com os piscas. Vai ser uma farra. Mas ontem na folga do papai fomos ao Shopping Barra Sul ver a Galinha Pintadinha, mesmo tendo visto as meninas do grupo de Mães de Poa reclamando muito. 

# Visita ao Barra Sul

Mesmo contra a vontade do papai de ir na sua folga no Shopping em que trabalha, conseguimos fazer ele mudar de ideia e com uma única condição, não podíamos ir na sua loja.  E lá fomos nós. O filhote como sempre dormiu em todo o percurso e só acordou quando chegamos na praça de alimentação. Até parece que sabia que dormindo não ia ganhar um Mc. Então acordou e ganhou suas famosas batatas mensais. 

Ele com sono e preguiça. 

Quando acordou ficou apaixonado pela praça de alimentação, que é bem aberta e com árvores. E ficou curioso vendo umas crianças de escola que estavam fazendo passeio pelo shopping. 

#Encontro com as atividades da Galinha Pintadinha

Fomos dá uma conferida nas atividades oferecidas pela exposição, mesmo sabendo que não era tão legal, mas como o filhote é apaixonado não custava nada. Quando ele viu os desenhos reconheceu imediatamente e ficou louco para entrar. O papai preencheu a ficha e fomos, ele viu os dois clipes do cineminha, mas quando mudamos de atividades que era recolher o lixo e colocar no lugar certo, ele quis voltar para a primeira atividade. Afinal, ele é muito novo e ainda não entende. Se interessou na atividade de brincar com os instrumentos musicais, mas todo tempo querendo voltar para a tv, então tivemos que sair antes do final. Dizia que era para crianças a partir de 0 anos, mas só tinha o cineminha para eles, uma outra atividade era ficar em pé e tirar fotos. Achei muito sem graça. Achei que alguém vestido com a roupa da Galinha estivesse lá ou contasse histórias.  Para ver os clipes, ficamos em casa e vemos no dvd.
 Meio sem graça, por isso muitas críticas vem sendo feitas. 

No momento que ele viu a exposição e reconheceu os amigos da Galinha Pintadinha.

Entrando com o papai e aproveitando o cineminha.

O bom que podemos aproveitar o dia de sol, já que hoje a previsão é de chuva e está ventando muito. 

Beijos..Boa tarde..